CONTRATO DE PERMANÊNCIA E FIDELIDADE – QUAIS AS REGRAS?

Ao contratar um serviço o consumidor frequentemente se depara com o contrato de permanência. É um instrumento de  fidelização de clientes, com destaque para telefonia e TV por assinatura. Trata-se de prática antiga em que a operadora oferece ao cliente um benefício como tarifas inferiores, um aparelho novo, um bônus, além de outras vantagens. Em troca exige a permanência do cliente no

SERVIÇOS BANCÁRIOS – CONHEÇA SETE DIREITOS!

Problemas com serviços bancários? O consumidor vivencia verdadeiras ciladas: juros elevados; contratos com cláusulas abusivas; inflexibilidade na renegociação de dívidas; quebra de sigilo bancário; falta de segurança das instalações, entre outros problemas. Recomendamos que fique atento aos abusos e procure seus direitos do consumidor! Por esse motivo, listamos abaixo sete direitos que o consumidor pr

DÍVIDAS BANCÁRIAS – O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NEGOCIAR?

O que fazer quando as dívidas bancárias destroem o orçamento e comprometem a sobrevivência da família? Muitos consumidores entraram numa cilada e lidam com o desafio de ter todo seu salário comprometido com dívidas. Afinal, os juros do cheque especial ou cartão de crédito são exorbitantes e acabam comprometendo todo o salário. Neste post você vai entender: Quais os Direitos do Consumidor e o que pre

PROTEÇÃO VEICULAR NÃO É SEGURO! O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE CONTRATAR?

Os consumidores têm se interessado cada vez mais pela proteção veicular. De fato, a diferença de valores é significativa! E a proteção veicular, na maioria dos casos, promete coberturas similares ao contrato de seguro. Por esse motivo, muitos têm vislumbrado uma boa ferramenta para reduzir custos do orçamento familiar. Para o consumidor desatento não existe diferença entre proteção e seguro.

SINISTRO – QUAL O PRAZO DE CONSERTO DO VEÍCULO PELA SEGURADORA?

Sinônimo de prejuízo, o sinistro do veículo resulta numa tremenda dor de cabeça. O consumidor se depara com o prejuízo do conserto, mesmo que limitado à franquia do seguro. Além disso, o atraso no reparo, a falta de peças e despesas com aluguel ou transporte, também prejudicam o segurado. Para os profissionais liberais ou autônomos pode acontecer diminuição temporária da renda, pois o veículo

RECUSA DE COBERTURA MÉDICA PELO PLANO DE SAÚDE – COMO SE PROTEGER?

A recusa de cobertura médica é um problema frequente dos usuários dos planos de saúde. Afinal, as operadoras são líderes de reclamação, com obstáculos no momento que o paciente mais precisa. De fato é desesperador ter um plano de saúde, pagar caro, mas não ter cobertura médica. Por esse motivo, o consumidor se pergunta: Como se proteger quando o tratamento é dificultado pelo plano de saúde? Co

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO – O HERDEIRO PODE SER COBRADO?

É frequente a cobrança pelos bancos da dívida de empréstimo consignado dos herdeiros do falecido. Querem aproveitar, por exemplo, da pensão por morte transferida ao dependente! Além de cobrar dos herdeiros chegam à situação extrema de inscrever o falecido e os herdeiros como inadimplentes nos cadastros SPC e SERASA. Neste caso, quais os direitos do consumidor? Quem paga as dívidas com o

PASSAGENS AÉREAS – QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

É comum em viagens a compra pelo consumidor de passagens de ida e volta em conjunto. Faz isso para aproveitar descontos e planejar todo seu roteiro. O problema: havendo “no show” a empresa aérea abusivamente cancela o bilhete de retorno. Usa a lógica de que não pode voltar quem não foi. O que é pior: o cancelamento ocorre sem o ressarcimento ao consumidor do valor da passag

IMÓVEL NA PLANTA – QUERO MEU DINHEIRO DE VOLTA!

O principal desafio de quem compra imóvel na planta é aguardar o término da construção. A demora geralmente resulta na alteração da capacidade financeira do comprador. Por consequência, há o risco de não ter o financiamento bancário aprovado. Como agravante a correção monetária do saldo devedor do imóvel pelos índices de construção civil – INCC – acaba po

O SEGURO RECUSOU A COBERTURA? COMO SE PROTEGER?

Pela própria natureza, o seguro é um serviço que o consumidor paga para não usar! O grande desafio é quando precisamos da indenização e enfrentamos problemas com a seguradora. Em algumas situações a cobertura de fato não existe, porque o consumidor confundiu-se na contratação. Em outras situações a seguradora não quer pagar, alegando motivos infundados. Neste post você vai en