RECUSA DE COBERTURA MÉDICA PELO PLANO DE SAÚDE – COMO SE PROTEGER?

A recusa de cobertura médica é um problema frequente dos usuários dos planos de saúde. Afinal, as operadoras são líderes de reclamação, com obstáculos no momento que o paciente mais precisa. De fato é desesperador ter um plano de saúde, pagar caro, mas não ter cobertura médica. Por esse motivo, o consumidor se pergunta: Como se proteger quando o tratamento é dificultado pelo plano de saúde? Co

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO – O HERDEIRO PODE SER COBRADO?

É frequente a cobrança pelos bancos da dívida de empréstimo consignado dos herdeiros do falecido. Querem aproveitar, por exemplo, da pensão por morte transferida ao dependente! Além de cobrar dos herdeiros chegam à situação extrema de inscrever o falecido e os herdeiros como inadimplentes nos cadastros SPC e SERASA. Neste caso, quais os direitos do consumidor? Quem paga as dívidas com o

DÍVIDAS ANTIGAS PODEM SER COBRADAS?

Aumentam as reclamações dos consumidores com a cobrança de dívidas antigas, também chamadas de prescritas. Bancos, administradoras de cartões de crédito, companhias telefônicas, entre outros, vendem créditos antigos, eventualmente não pagos, para empresas de cobrança. Os novos credores começam então a importunar o devedor insistentemente! Telefonam para seu lar ou trabalho a todo mo

PLANOS DE SAÚDE E DOENÇAS PREEXISTENTES

Um dos problemas comuns dos usuários dos planos de saúde é a recusa de cobertura médica. Por consequência, o paciente acaba sendo prejudicado quando mais precisa do Plano de Saúde! Entre os muitos argumentos usados está que a doença é preexistente. Ou seja, alegam que o paciente já possuía a doença antes de contratar o plano de saúde. De fato, nos planos de saúde é comum a tentativa

FURTO EM ESTACIONAMENTO – QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

As lojas, supermercados, shopping centers e demais estabelecimentos comerciais são responsáveis por furto ou roubo em seu estacionamento? Se você foi lesado com prejuízos ou a perda integral do seu veículo, quais seus direitos de consumidor? É fato que o consumidor procura conforto e conveniência. Por esse motivo, o estacionamento é um atrativo para a clientela, integrando a atividade empresarial.

INTERNAÇÃO HOSPITALAR – OS PLANOS DE SAÚDE PODEM ESTABELECER LIMITES?

Alguns planos de saúde estabelecem limites de cobertura para a internação hospitalar. Quando ocorre um problema médico o cliente poderá permanecer internado no máximo pelo prazo fixado no contrato, geralmente de 30 (trinta) dias. Dessa forma, após esse período, o paciente é obrigado a arcar com os custos, gerando uma tremenda dor de cabeça. Neste post você vai entender: Os planos d

PLANO DE SAÚDE E RECUSA DE COBERTURA POR ESCRITO

Um dos direitos do consumidor do plano de saúde é obter a recusa de cobertura por escrito da operadora! Embora pareça simples, o direito é uma poderosa ferramenta. Pode tornar mais ágil a intervenção da ANS – Agência Nacional de Saúde e da Justiça quando há abusos. Neste artigo você vai entender: Como obter a recusa de cobertura por escrito?Como fazer valer seus direitos de consumidor?

A ARMADILHA DO IMÓVEL NA PLANTA!

Sonhando com a casa própria é comum o consumidor enxergar o imóvel na planta como a melhor alternativa! Afinal, acredita que os custos são menores do que comprar um imóvel pronto e acabado! Como atrativo há os subsídios do Governo Federal através dos bancos públicos. Contudo, muitos consumidores desavisados que assinaram contratos sem entender foram obrigados a devolver o imóvel porque

BANCOS E SERVIÇOS NÃO SOLICITADOS – QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

Como você deve saber, os bancos são mestres em disponibilizar produtos ou serviços não solicitados. Quem, por exemplo, nunca recebeu em sua correspondência cartão de crédito não solicitado? Ou nunca teve descontado no extrato bancário apólices de seguro não contratadas? Outra prática recorrente é disponibilizar em conta corrente empréstimos ou cheque especial sem qualquer pedido do cliente n

SAIDINHA DE BANCO – QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

Além dos golpes e fraudes o cliente bancário também precisa se preocupar com situações perigosas, como a “saidinha de banco”. O assalto logo depois do saque na agência ou no caixa eletrônico, preocupa o consumidor. Quando o delito ocorre o banco possui responsabilidade? Neste post você vai entender: Quais os direitos do consumidor nos assaltos dentro e fora da agência bancár