DEFEITO NO IMÓVEL E A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Encontrar grave defeito no imóvel recém adquirido é frustrante para o consumidor. De fato, a compra do imóvel na planta pode ser uma verdadeira armadilha, passando de sonho a pesadelo! É comum o consumidor se deparar com os seguintes problemas: atraso na entrega da obra; péssimo acabamento; materiais de qualidade inferior, problemas estruturais; áreas públicas não entregues; caixas d’água cont

DEFEITO – POSSO TROCAR OU TER O DINHEIRO DE VOLTA?

Você sabe muito bem o quanto comprar um produto com defeito é frustrante! Por esse motivo, ao constatar o defeito muitos consumidores vislumbram a possibilidade de desistir da compra e ter o dinheiro de volta! A frustração pode ocorrer na compra de um eletrônico, um eletrodoméstico, uma roupa, um alimento, ou mesmo na compra de um automóvel ou um imóvel. Neste post você vai entender: Quando há defe

GARANTIA E O DIREITO À TROCA – COMO FUNCIONA?

Garantia é preocupação recorrente do consumidor na compra de qualquer produto ou item pessoal, automóveis ou imóveis. Afinal, frustrante é a compra de um produto com defeito, que simplesmente não funciona! Mais frustrante ainda é buscar a loja e esta empurrar o cliente para a assistência técnica do fabricante. O consumidor é então obrigado a ficar sem o que comprou por longo tempo.

DINHEIRO DE VOLTA – SETE SITUAÇÕES QUE O CONSUMIDOR TEM DIREITO!

São frequentes as situações que o consumidor quer ser ressarcido com seu dinheiro de volta. Compras por impulso, defeitos no produto e danos materiais ou morais levam o consumidor a buscar seus direitos. Há também situações de compra de bens de elevado valor, como imóveis, com grave lesão aos direitos do consumidor. Contratos complexos e informação insuficiente muitas vezes escon

DIREITO DE ARREPENDIMENTO EM LOJAS FÍSICAS?

Bem conhecido que o Código de Defesa do Consumidor dá ao comprador o direito de arrependimento de uma compra. No prazo de sete dias poderá desistir da compra ou do contrato sem explicar o motivo. O benefício existe na compra por telefone, no domicílio ou na compra online. São dúvidas do consumidor: O direito de arrependimento também existe ao comprar em lojas físicas? Quando o produto po

DIREITO DE TROCA – A LOJA É SEMPRE OBRIGADA A TROCAR O PRODUTO?

Para fidelizar a clientela é costume das lojas oferecer a seus clientes o direito de troca do produto. O cliente poderá voltar na loja e trocar o que comprou dentro de um prazo de dois a cinco dias. Trata-se de uma troca para satisfação e conveniência do consumidor! Pode ser uma roupa que não serviu, um item que o amigo presenteado já possuía, um equipamento comprado por equívoco e tant

A ARMADILHA DO IMÓVEL NA PLANTA!

Sonhando com a casa própria é comum o consumidor enxergar o imóvel na planta como a melhor alternativa! Afinal, acredita que os custos são menores do que comprar um imóvel pronto e acabado! Como atrativo há os subsídios do Governo Federal através dos bancos públicos. Contudo, muitos consumidores desavisados que assinaram contratos sem entender foram obrigados a devolver o imóvel porque

IMÓVEL COM DEFEITO – QUAL PRAZO DE RECLAMAÇÃO?

Imóvel com defeito é sinônimo de decepção: péssimo acabamento, materiais de qualidade inferior, problemas estruturais, áreas públicas não entregues, caixas d’água contaminadas, entre outros, deixam o consumidor sem saber o que fazer. Nestes casos quais os direitos do consumidor? Qual o prazo de reclamação de defeitos em imóvel novo? imóvel com defeito IMÓVEL COM DEFEITO E PRAZOS DE GARANTIA: H

PEÇAS DE MOSTRUÁRIO – SEM DIREITO À TROCA?

É comum a venda de peças de mostruário em “saldões”, “queima de estoque”, “liquidações de móveis”, “promoções com desconto de até 70%”, etc., com preços bem atrativos! A “dor de cabeça” ocorre quando constatado algum defeito e a loja recusa a troca ou a assistência técnica alegando que se trata de peça de mostruário. Mas é assim mesmo? Peças de mostruário não possuem dire

GARANTIA – COMO EVITAR PROBLEMAS?

A garantia do produto ou serviço é obrigatória e um direito do consumidor. Isso mesmo, todo produto ou serviço vendido tem um prazo obrigatório previsto na legislação em que o vendedor se responsabiliza por defeitos. As empresas também criaram prazos adicionais de proteção, como a garantia estendida. Embora em alguns casos beneficiam o consumidor podem se tornar uma armadilha para incentivar o consumo e g