O SEGURO RECUSOU A COBERTURA? COMO SE PROTEGER?

Pela própria natureza, o seguro é um serviço que o consumidor paga para não usar! O grande desafio é quando precisamos da indenização e enfrentamos problemas com a seguradora. Em algumas situações a cobertura de fato não existe, porque o consumidor confundiu-se na contratação. Em outras situações a seguradora não quer pagar, alegando motivos infundados. Neste post você vai entender: Q

ATRASO NAS PARCELAS DO SEGURO – TENHO DIREITO À INDENIZAÇÃO?

Uma dúvida frequente do consumidor é se a cobertura continua valendo quando há atraso nas parcelas do seguro. Muitas vezes o atraso nas parcelas pode ocorrer por falha do consumidor. Afinal, quem não se esquece do pagamento ou não enfrenta dificuldades financeiras? Também pode ocorrer por falha nos serviços de débito automático do banco. Em outros casos, já presenciamos falhas da própria seguradora,

OFICINA CREDENCIADA – A SEGURADORA POSSUI RESPONSABILIDADE?

Quando há problemas com a oficina credenciada o seguro geralmente não quer assumir responsabilidade. Alega que a escolha da oficina é prerrogativa do cliente, que possui a culpa por ter realizado uma “má escolha”. O consumidor via de regra se sente injustiçado, com razão! Havendo problemas com oficina credenciada, quais os direitos do consumidor? A seguradora possui responsabilidade pelo serviço da o

PROTEÇÃO VEICULAR NÃO É SEGURO! O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE CONTRATAR?

Os consumidores têm se interessado cada vez mais pela proteção veicular. De fato, a diferença de valores é significativa! E a proteção veicular, na maioria dos casos, promete coberturas similares ao contrato de seguro. Por esse motivo, muitos têm vislumbrado uma boa ferramenta para reduzir custos do orçamento familiar. Para o consumidor desatento não existe diferença entre proteção e seguro.

SINISTRO – QUAL O PRAZO DE CONSERTO DO VEÍCULO PELA SEGURADORA?

Sinônimo de prejuízo, o sinistro do veículo resulta numa tremenda dor de cabeça. O consumidor se depara com o prejuízo do conserto, mesmo que limitado à franquia do seguro. Além disso, o atraso no reparo, a falta de peças e despesas com aluguel ou transporte, também prejudicam o segurado. Para os profissionais liberais ou autônomos pode acontecer diminuição temporária da renda, pois o veículo

BANCOS E SERVIÇOS NÃO SOLICITADOS – QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

Como você deve saber, os bancos são mestres em disponibilizar produtos ou serviços não solicitados. Quem, por exemplo, nunca recebeu em sua correspondência cartão de crédito não solicitado? Ou nunca teve descontado no extrato bancário apólices de seguro não contratadas? Outra prática recorrente é disponibilizar em conta corrente empréstimos ou cheque especial sem qualquer pedido do cliente n